Oficina POA: aprender com tecnologias digitais

Fundação Sirotsky, parceira na realização da oficina de Porto Alegre, sorteou cinco cortesias para educadores da rede pública


No dia 26 de agosto, Porto Alegre recebia pela primeira vez a oficina básica de Design Thinking para Educadores, facilitada pela coordenadora de projetos e mobilização no Rio de Janeiro, Bruna Nunes.

Realizado em parceria com a Fundação Sirotsky, que sorteou cortesia para cinco professores da rede pública de Porto Alegre, o evento ainda contou com colaboração de Julia Garim, empreendedora da Zone Carrers, que já fez o curso de Design Thinking e a Jornada do Herói na Educação, em março, em São Paulo.


O mote de toda a vivência foi a “cultura digital”, com destaque para a necessidade de incorporar as chamadas Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) ou simplesmente “tecnologias digitais” no cotidiano escolar. Os grupos, compostos em sua maioria por professores, compuseram três personas de perfis bem diferentes e ao mesmo tempo bastante comum quando se pensa no contexto da escola: a que tem bastante receio em usar qualquer tipo de tecnologia digital; a que já atua de uma forma acomodada em seu cotidiano; e a persona empolgada e engajada, que tem vontade de sensibilizar a todos.

Dentre os protótipos, que foram bastante complementares entre si, o DecolaEdu, uma plataforma para troca entre professores sobre o tema. A ideia foi tão bem aceita que espontaneamente os participantes criaram um grupo no Facebook para manter as discussões e tentar implementar de fato a proposta.

Mais fotos dessa formação, acesse aqui.

Veja também