Skip to content

resumo profissional e acadêmico

Máster em Educação, Família e Tecnologia pela Universidade Pontifícia de Salamanca (Espanha), pós-graduada em Gestão de Processos Comunicacionais pela ECA-USP, especialista em Design Thinking pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), extensão em Inteligência Artificial e Impactos Sociais pela PUC-SP e jornalista pela Cásper Líbero. Atua na área de educação, comunicação e tecnologia digital há mais de 20 anos, em escolas e instituições do 3º setor como I.L Peretz, Fundação Abrinq e Cenpec (Centro de Estudos em Educação, Cultura e Ação Comunitária). Nesta última, coordenou o Programa EducaRede (2001-2010), pioneiro na formação de educadores para o uso educativo da internet. Convidada para integrar a rede de empreendedores sociais Ashoka em 2013.

Em 2010 fundou o Instituto Educadigital, organização da sociedade civil brasileira premiada internacionalmente por seu trabalho pela causa da educação aberta associada à promoção dos direitos digitais (acesso à informação, liberdade de expressão e privacidade de dados pessoais) e do 4º Objetivo do Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 (qualidade, equidade e inclusão). Por seu trabalho pioneiro na área foi selecionada como empreendedora social Ashoka (fellow Ashoka) em 2013 e como mulher inovadora do século XXI pelo projeto espanhol Innovactoras del Siglo XXI

Professora da pós-graduação Formação Integral de Educadores no Instituto Singularidades, em São Paulo. Pesquisadora da Cátedra de Educação Aberta e a Distância na Universidade de Brasília, desenvolve formação direta de gestores públicos do Ministério da Educação, da CAPES e da Universidade Aberta do Brasil (UAB). Membro do Comitê de Especialistas da pesquisa TIC Educação do Cetic.br/Nic.br e da comunidade ativadora do projeto Escolas Transformadoras. Participa do grupo sobre Complexidade na PUC-SP, o Complexus, e estuda as relações entre complexidade na educação diante dos avanços das aplicações e impactos sociais da Inteligência Artificial.