Educadigital firma cooperação com Fundação EDEX

Instituição espanhola desenvolve projetos e materiais com base nas Habilidades para a Vida, da Organização Mundial de Saúde (OMS)


Durante o período em que esteve na Espanha para o II Congresso de Educação Midiática, Bruna Nunes, coordenadora de projetos do Instituto Educagital, esteve reunida com a Fundação EDEX para assinar um acordo de cooperação bilateral entre as duas organizações.

Fundada em 1973, a Fundação EDEX é uma organização sem fins lucrativos, radicada em Bilbao (Espanha), que desenvolve iniciativas educacionais na Europa e América Latina, orientadas a promover a educação para a saúde e a participação cidadã, com base no marco conceitual de Habilidades para a Vida. Trata-se de uma proposta baseada na disseminação de valores humanos lançada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no final dos anos 90. Atualmente, a maioria desses valores são citados nas Competências Socioemocionais, assunto bastante valorizado e debatido no contexto contemporâneo da educação.

Associar os conhecimentos da abordagem do Design Thinking com as Habilidades para a Vida é uma das possibilidades previstas na cooperação entre Educadigital e EDEX, assim como a disseminação do curso-laboratório online de Design Thinking para Educadores – Formação de Facilitadores já traduzido para a língua espanhola.

Empatia encerra encontro de gestores do SENAC Minas

 Contribuições do Design Thinking para a educação foi o tema da palestra de fechamento de encontro de gestores educacionais de escolas em diversas cidades mineiras


A diretora-executiva do Educadigital, Priscila Gonsales, foi convidada para fazer a palestra de encerramento do Encontro “Gestão Educacional: Múltiplos olhares sobre a ação educativa do Senac em Minas”, realizado de 11 a 13 de julho no Hotel Senac Grogotó, em Barbacena, que reuniu cerca de 100 supervisores pedagógicos e secretários escolares de diversas cidades do estado. O tema da palestra de Priscila foi o Design Thinking como uma abordagem que pode levar à inovação de processos e práticas na área de educação.


O evento foi o primeiro de uma iniciativa que pretende promover ainda mais momentos para trocas e colaborações entre educadores do Senac.  “O Design Thinking é um tema muito novo para todos, por isso quisemos propor um primeiro contato para despertar mais curiosidade e abertura para aprofundamento”, comentou a coordenadora de produtos educacionais do Senac Minas, Juliana Tibério.

Em sua apresentação, Priscila não apenas trouxe os conceitos e origens da abordagem do DT e seus usos na educação, como possibilitou que os participantes experimentassem um pouco do processo por meio de uma atividade focada na empatia em que todos tiveram que criar uma persona a partir de características individuais e coletivas que foram elencadas pelos participantes.

“Apenas falar sobre o Design Thinking não possibilita que as pessoas conheçam de fato a abordagem. Por isso, propus o que chamei de palestra “com prática”, tentando reiventar um pouco algo tão tradicional em eventos educacionais como ouvir uma explanação em forma de palestra”, conta Priscila.

Veja mais fotos do evento aqui.

Formação especial para a ONG Recode no Rio

 Design Thinking, jornada do herói e inovação aberta foram os temas do curso de 20h realizado no Rio de Janeiro


Design Thinking e a Jornada do Herói na Educação sob a perspectiva da Inovação Aberta. Esse foi o tema do curso de 20h especialmente planejado para educadores da ONG Recode, nos dias 30 de junho, 1 e 2 de julho, no Rio de Janeiro. Além da equipe da Recode, também participaram docentes da rede pública estadual do Rio e professores da Cultura Inglesa-Botafogo, local em que foi realizada a formação.

No primeiro dia, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre Recursos Educacionais Abertos (REA), licenças Creative Commons e a relação do tema com a inovação aberta em educação e refletir sobre o potencial de suas próprias produções para compartilhamento com toda a sociedade.

Nos dois dias seguintes, foi a vez do Design Thinking associado com a Jornada do Herói na educação, novo curso do Educadigital, lançado em 2017. O mote do processo foi a célebre frase de Paulo Freire: “a educação não muda o mundo, a educação muda as pessoas, pessoas mudam o mundo”, que incentivou a construção dos desafios a partir do olhar atento e empático para diversas pessoas envolvidas na comunidade escolar.

foto

Veja mais fotos da formação no Instagram do IED

Nova facilitadora do IED na cidade de Chuí

Sandra Méndez, doutoranda em Estudos da Linguagem na Universidade Católica de Pelotas (RS), mora em Chuí, extremo sul do Brasil e foi aluna da Turma 3 do #cursolab online de Formação de Facilitadores. Ela acaba de entrar para a Rede de Facilitadores Associados do Design Thinking para Educadores. Bem-vinda! Para saber mais sobre a Sandra, clique aqui.

Professores e alunos de Adm da FEI participam de oficina de DT

Grupo elaborou protótipos envolvendo aprimoramento nos processos de gestão e na prática pedagógica


Conhecido em todo campus, o professor Hong Ching, coordenador do curso de Administração de Empresas da FEI, levou a formação em Design Thinking para Educadores para outra equipe de docentes pela segunda vez no dia 6 de maio. A primeira foi em 2014, quando o material tinha acabado de ser lançado.


Desta vez, a grande novidade, foi a presença de alunas convidadas que, junto com os professores puderam identificar os desafios do processo pedagógico, trocar ideias e construir juntos protótipos altamente viáveis para serem implementados, voltados para aprimorar as relações humanas no ambiente escolar, tornar a metodologia em sala de aula mais motivadora para que os estudantes participem com mais interesse e disposição e ainda uma política de incentivo, valorização e reconhecimento profissional do docente pelo seu empenho e colaboração com os demais.

A professora de marketing Carolina Shinoda, que coincidentemente esteve na primeira oficina realizada pelo IED, em 2014, no Impact HUB, em São Paulo, disse que ainda não se sentia tão confiante para facilitar atividades usando o DT, mas que a partir daquele momento estava decidida a tentar. Dias depois, ela postou fotos nas redes sociais registrando o trabalho que desenvolveu com seus alunos para criarem métodos ágeis. “Acho que vou incorporar a filosofia do DT na minha vida”, exclamou ela, feliz com o resultado.

As alunas Francisca Sousa e Thalia Vieira, convidadas para a formação em pleno sábado, cancelaram seus compromissos para poder participar. “Não dava para perder essa oportunidade”, disse Francisca. “Foi muito legal estar ali trocando com nossos próprios professores, dando ideias e colaborando para chegar a um resultado agradável para todos”, pontuou Thalia.

Para ver mais fotos clique aqui

Turma 4 do #CursolabDT inicia dia 16 de maio

 Turma 4 do curso-laboratório online de formação de facilitadores terá valor promocional


Empatia, colaboração e experimentação formam os três pilares do Design Thinking (DT), uma abordagem que pode apoiar a busca por inovação com qualidade, a partir da percepção de valor na vida das pessoas. O conceito ganhou popularidade no início dos anos 2000, quando a IDEO, uma das agências mais influentes e premiadas internacionalmente, com sede no Vale do Silício, na Califórnia/EUA, começou a utilizar em seus trabalhos de consultoria para organizações públicas e privadas do mundo todo.

Em 2012, a IDEO lança um material especial voltado para educadores, o Design Thinking for Educators. Em 2014, o Instituto Educadigital (IED) traduz e lança a versão em Português, disponível para download na íntegra ou por capítulos e ainda para leitura online.

O Design Thinking  busca criar uma cultura de inovação baseada no ser humano. Vem sendo utilizada nas mais diversas áreas, de negócios a causas sociais e tem por objetivo estimular um processo de cocriação entre os envolvidos na busca de soluções que resultem em valor percebido pelas pessoas.

Desde 2015, o Instituto Educadigital oferece o curso de formação para facilitadores, o primeiro totalmente online, voltado para profissionais de todas as áreas do saber interessados em mediar processos educacionais colaborativos em escolas, ONGs, empresas e demais instituições.

A próxima edição do cursolab online terá um valor promocional. Reduzimos o valor do curso  (de R$ 1.200,00, para R$ 670,00) na expectativa de trazer mais participantes de todo o Brasil, e ampliamos a quantidade de vagas para 30. No entanto, o prazo para finalização do curso será mais rígido. Veja abaixo:


Módulos online: 16/5 e vai até 13/6 (com moderação e acompanhamento constante)

Prazo para realização do protótipo: de 14/6 a 15/8

Data de entrega final dos registros do protótipo (conclusão e certificação): 20/8

Para entregas de protótipo fora do prazo, haverá uma taxa de R$ 350,00

Inscreva-se já, vagas limitadas! 


Veja aqui as principais perguntas e respostas:

É um curso para quem está no mercado?
Sim, é um curso para quem está trabalhando, estudando, buscando desenvolver habilidades e refletir sobre questões essenciais para atuar na área de educação ou em situações educativas dentro de empresas e instituições diversas.


Afinal, o que é prototipar?
Prototipar é criar protótipos, experimentos, práticas, atividades concretas a partir da aprendizagem que vai ser desenvolvida no curso. No curso, o protótipo será a criação e a implementação de uma oficina de DT pelo participante para um grupo de pessoas que ele escolher.


Quem pode se inscrever?
Profissionais das mais diversas áreas do saber e estudantes universitários que atuem ou tenham interesse em atuar com processos educativos colaborativos.


Quais serão os 5 módulos desenvolvidas no curso?

– Contexto da educação
– Introdução ao Design Thinking e ao Design Thinking para Educadores
– Descoberta e Interpretação
– Ideação e Experimentação
– Mão na massa: crie sua oficina


Como está distribuída a carga horária de 36h?
O curso exige um mínimo de 1h de dedicação diária ou 7h por semana no total de 4 semanas de curso, um módulo por semana. Cada participante organiza e distribui o tempo conforme sua disponibilidade. No 5o módulo, o participante tem 8h para preparação da oficina como protótipo de finalização do curso e, com isso, implementar, registrar e enviar como trabalho final no prazo indicado.


Vai ter certificado?
Sim. Todos os participantes que concluírem o curso e realizarem o protótipo final receberão certificado. O participante poderá ainda optar por fazer parte da rede de Facilitadores Associados do Instituto Educadigital.


Mediação do curso

Priscila Gonsales – diretora-executiva do Educadigital

Ana Márcia Paiva – facilitadora associada do Educadigital


Sobre o Instituto Educadigital
Desde 2011, o IED tem utilizado o DT em suas atividades de formação, e também em processos de facilitação para planejamento e concepção de projetos educativos, como por exemplo: EdukatuEscola Digital e Edufinanceira na Escola. Desde o lançamento do material, o IED já realizou formações no Colégio Porto Seguro, na Escola Bilingue Aubrick, no Colégio Miguel de Cervantes, na FGV-SP, na FEI-SBC, no Projeto GURI, na Escola Judicial TRT 2a Região, no SESI, SENAC, na Secretaria Municipal de Educação de Cajamar.  Também organizou oficinas na HUB  Escola em São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba. Desenvolveu mini-curso para o Programa Acessa SP em parceria com a Escola do Futuro da USP e  formação online e presencial para escolas do RS e SC participantes do Game Logus – A Saga do Conhecimento, da Fundação Sirotsky.

Inscreva-se aqui! 

Informações: contato@educadigital.org.br

Design Thinking para Educadores na formação inicial de docentes

Abordagem baseada na empatia, colaboração e experimentação pode chegar ao currículo de formação inicial de docentes nas universidades federais brasileiras


A diretora-executiva do Educadigital, Priscila Gonsales, e a coordenadora e articuladora Rio de Janeiro do Educadigital, Bruna Nunes, estiveram reunidas com Cleunice Matos Rehem, coordenadora-geral de Fluxos e Procedimentos Regulatórios da Secretaria de Regulação e Supervisão do Ensino Superior do Ministério da Educação (MEC). A pauta foi o desejo de levar a formação em Design Thinking para Educadores, desenvolvida pelo Educadigital desde 2014, para os programas de licenciaturas e pedagogia das universidades federais.


Cleunice contou da experiência inovadora que vem sendo desenvolvida pela Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSBA), inaugurada em 2014 e localizada nas cidades baianas de Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. Cada campus, coordena uma rede de colégios universitários para que os estudantes universitários possam

A UFSBA teve seu projeto construído de forma coletiva, com participação direta da comunidade local em audiências públicas, seminários acadêmicos e oficinas de trabalho, além de visitas técnicas a todos os municípios da região, realizados entre outubro de 2011 e dezembro de 2012. Dentre os princípios elencados no projeto, está a diversidade metodológica e de áreas de formação, além de interface sistêmica com a Educação Básica, por meio da Rede de Colégios Universitários (CUNI) instalados em escolas públicas em 36 municípios na região, mediante convênio com a Secretaria Estadual de Educação.

Justamente pela experiência singular de incentivar diretamente a prática dos estudantes na CUNI, Cleunice gostaria que um piloto da formação em DT fosse realizado na UFSBA. Para conhecer de perto um dos cursos que o Educadigital oferece, a coordenadora esteve em São Paulo nos dias 24 e 25 de março para participar do curso Design Thinking e a Jornada do Herói na Educação. “O curso é maravilhoso, só vai agregar à formação de nossos alunos! Temos que pensar em como envolver também as redes municipais de educação da região que certamente vão se interessar”, relatou Cleunice assim ao final do curso.

Confira as fotos do curso Design Thinking e a Jornada do Herói na Educação, clique aqui

Novo: curso presencial DT para Educadores + Jornada do Herói

Novo curso presencial vai apresentar também o monomito, um dos recursos mais utilizados em obras literárias e cinematográficas, para trabalhar narrativas (storytelling) 


Curso presencial de 16h para conhecer em detalhes as fases da abordagem do Design Thinking e como ela pode apoiar processos educativos mais empáticos e colaborativos.

Dias 24 e 25 de março, das 9h-18h, em São Paulo. Inscrições abertas! 


*Quem pode participar?

Professores da educação básica e ensino superior, educadores comunitários, educadores que atuam no 3º setor, coordenadores pedagógicos, diretores de escola e demais profissionais de qualquer área do saber interessados em buscar inspiração.


*Que conteúdos o curso vai abordar? 

No contexto da sociedade digital em que estamos, vemos emergir e expandir a concepção de rede distribuída, em que todos podemos não apenas ter acesso a, mas também produzir informação, conhecimento e cultura. Quanto mais compartilhamos ideias, mais ideias geramos.

O Design Thinking não é metodologia, nem ferramenta. É uma abordagem, um novo modelo mental para lidar com os novos e frequentes desafios que surgem em um cenário em constante transformação.

Vamos vivenciar as cinco etapas do Design Thinking — descoberta, interpretação, ideação, experimentação e evolução — a partir de uma dinâmica colaborativa e lúdica.

Durante nosso percurso criativo, vamos também mergulhar na Jornada do Herói com todo seu potencial de storytelling (narrativas). Trata-se de uma jornada cíclica também conhecida como “monomito”, baseada em 12 estágios, e tem como principal referência os estudos do antropólogo Joseph Campbell.


Parceria na cessão de espaço 

FMU – Faculdades Metropolitanas Unidas – Campus Liberdade – Av. Liberdade, 749 (metrô São Joaquim)

FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI

DT para Educadores – segunda edição no Rio de Janeiro

Em parceria com Território Inventivo, novo espaço de coworking no centro da cidade, oficina de 8h teve como mote a melhoria da gestão escolar


Abertura e colaboração para uma gestão escolar de qualidade. Com esse mote, 18 profissionais de diferentes áreas do saber — educação, arquitetura, comunicação, saúde — se reuniram para um dia inteiro de jornada colaborativa para vivenciar as fases do Design Thinking para Educadores. Nosso anfitrião, no dia 17 de fevereiro, foi o Território Inventivo, espaço de coworking recém-inaugurado no centro da cidade, bem próximo ao Terreirão do Samba.

Os desafios criados evidenciavam a importância de aprimorar os canais de comunicação entre escola e comunidade, e também entre professores, diretores e alunos. Dentre os protótipos criados, um “jogo da gestão escolar” para debater os variados papéis e responsabilidades. Cada pino representava um perfil (professor, aluno, diretor, coordenador etc) que deveria percorrer uma trilha cheia de desafios e, em cada um deles, precisava identificar as alianças necessárias para que as soluções possam ser encontradas de maneira coletiva.

Veja mais fotos da formação aqui

Formação em Design Thinking para Educadores do SESI Gama

Inovar para crescer foi o mote do grupo que reuniu professores de diversas disciplinas em diferentes níveis de ensino


Cerca de 20 gestores de diversas áreas do saber do SESI, em Gama, no Distrito Federal, participaram de oficina básica de Design Thinking para Educadores no dia 25 de janeiro. Quem facilitou o encontro foi a nossa facilitadora associada na capital federal, Leila Ribeiro.

Além de conhecer de perto as etapas da abordagem, os educadores tinham como mote para o desafio desvendar a inovação. O que eles entendem por inovação? Como é possível inovar por meio de processos e resultados? E o que a empatia tem a ver com tudo isso? De que maneira um processo colaborativo como o DT pode favo


Durante o evento, que integrou a Semana Pedagógica da instituição, houve intensa troca e compartilhamento entre os participantes sobre experiências pessoais em relação à empatia, por exemplo. Como ser empático é uma atitude consciente.

“Os educadores puderam vivenciar como é importante estar aberto para novas possibilidades e que não existe uma única resposta certa, tudo vai depender das pessoas envolvidas e dos diferentes tipos de desafios”, relatou Leila.

Veja mais fotos da formação aqui